top of page
  • Foto do escritorPlenaVoz

Sede por poesia

Atualizado: 22 de ago. de 2023

"Sede por poesia" de Ipojucan de Goiás Brasil é a sexta obra do escritor de Rio Verde, Goiás. Dividida em dois capítulos: "seca na poesia" e "alimento poético".


Sobre a obra


"Sede por poesia" de Ipojucan de Goiás Brasil é a sexta obra do escritor de Rio Verde, Goiás. Dividida em dois capítulos sendo o primeiro "seca na poesia", o qual o autor usa da poesia para desabafar sobre temas presenciados por ele como desigualdade social, fome, injustiças e outros temas relacionados; e o segundo "alimento poético", com poemas sobre sutilezas, sentimentos, família e autoconhecimento. Novos tempos


O bem escancara seu grito

Diante de tanto sofrimento

Estampado nos olhos mortiços

De mortos vivos em desalento


Da criança desamparada

Do adolescente sem sonhos

Daquele que deita a cabeça

Em pesadelos medonhos (continua na contracapa do livro)



Sobre o autor


IPOJUCAN DE GOIÁS BRASIL


Nasci Ipojucan (grande quantidade de água) de Goiás (coração do Brasil) Brasil (coração do mundo, pátria do evangelho) em Ipameri-GO. Minha infância foi de liberdade, usufruindo de todas as brincadeiras possíveis e imagináveis em uma mente muito fértil de criança do interior. Comecei a ter gosto pelo trabalho com 7 anos de idade. Gostava e gosto de viajar. Disputava a janela do veículo com meus irmãos para ir apreciando a natureza em sua diversidade (hoje, os infantes dormem assim que entram no veículo). Naquela época não se falava em pré-adolescência. A fase seguinte era a da adolescência que foi abraçada sem traumas. Apreciava a leitura, principalmente de assuntos referentes ao extra corpóreo, ao mítico e místico. Passeava pelas músicas populares brasileiras com uma certa aversão pela música estrangeira. As artes plásticas me cativavam, desde que conseguisse retirar delas alguma mensagem de reconforto, de paz, de rebeldia e de conscientização a respeito dos problemas sociais. A água sempre exerceu um grande fascínio em minha vida (influência do nome?): aquela que bebo, a chuva que me molha, os cursos d’agua (mais os rios) e o grande mar. Sou um dos privilegiados nesse mundo de discriminações e de injustiças pelos cursos que fiz graças ao labor dos meus pais e meus três irmãos também. Convivi com milhares de adolescentes que muito acrescentaram nas experiências acumuladas. Meus olhos fotografaram muita destruição e também muita beleza nessa grande morada que o Pai nos emprestou. Tento usar a tecnologia em meu favor (ainda não me deixei escravizar por ela). Corre em minhas artérias o prazer de viajar não importa como. Mas, de moto, ah... é diferente. Mergulho no Todo, sentindo a plenitude do Seu Amor. Sou contra a corrupção em que nível for, não importa. Poemas fazem parte do meu dia a dia em leituras e autoria. Minhas convicções científicas, filosóficas e religiosa são fundamentadas pela Doutrina Espírita, onde encontro as verdades libertadoras do Mestre do Amor. Amo e sou amado!























30 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page