top of page
  • Foto do escritorPlenaVoz

Mulheres parideiras da humanidade

Atualizado: 7 de fev.

Com quatorze crônicas, a obra promove um ciclo diário que abre os olhos para uma nova perspectiva sobre parir, no sentido de promover uma nova vida.



Sobre a obra


Com a ousadia de uma mulher parideira, a autora conta histórias de mulheres para mulheres. Com quatorze crônicas, a obra promove um ciclo diário que abre os olhos para uma nova perspectiva sobre parir, no sentido de promover uma nova vida.


O parir retratado pela autora vai muito além do nascimento. O livro traz reflexões sobre o parir como iluminar, o parir a liberdade para os primeiros desejos juvenis, o parir no silêncio dos abusos sexuais e emocionais. Apresenta mulheres parindo nas cores pelo acolhimento da homossexualidade, o parir mesmo cansada nas triplas jornadas, as mulheres maduras parindo no enrugar, parindo pela luz que ilumina as mulheres negras. Nesse passeio a autora retrata as Mulheres como Parideiras da Humanidade. É um livro de acolhimento à alma feminina.


Sobre a autora



Stella Maris Macedo


Poeta, cronista, escritora, Stella Maris Macedo publicou seu primeiro livro, “Flerte com a Vida: um encontro com a poesia”, em 2022. Em 2023 publicou uma crônica na antologia, "Maturidade: mulheres quebrando mitos do envelhecer" e escreveu como consultora literária o livro “Além do Olhar”. Com o livro “Mulheres Parideiras da Humanidade” foi uma das finalistas do Prêmio Carolina Maria de Jesus de literatura produzida por mulheres, uma ação da Secretaria de Formação, Livro e Leitura do Ministério da Cultura.













92 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page